Mapas mentais

Síntese de proteína

O processo da síntese proteica inicia-se no núcleo celular, após a ativação do gene alvo. Neste ponto da RNA polimerase sintetiza a fita do pré-RNAm, que passará pelo processo de Splicing e se tornará um RNAm (maturo).

Este RNAm seguirá para o citoplasma e encontrará com o Ribossomo que fará o processo de tradução juntamente com o RNAt e o RNAm.

Para mais informações acesse as videoaulas:

Fases da fotossíntese

Fotossíntese é um processo físico-químico, a nível celular, realizado pelos seres vivos clorofilados, que utilizam dióxido de carbono e água, para obter glicose através da energia da luz solar.

Para mais informações acesse as videoaulas:


Genética

Genética é a especialidade da biologia que estuda os genes, a hereditariedade e a variação dos organismos e a forma como estes transmitem as características biológicas de geração para geração.

Para mais informações acesse as videoaulas:


Filos do Reino Animal

Reino Animal é um reino biológico composto por seres vivos pluricelulares, Eucariontes, heterotróficos, cujas células formam tecidos biológicos, com capacidade de responder ao ambiente que os envolve ou, por outras palavras, pelos animais.

Para mais informações acesse as videoaulas:



Filo dos Cnidários

Cnidaria é um filo de animais exclusivamente aquáticos, agrupando os organismos conhecidos pelo nome comum de cnidários, entre os quais estão as medusas e as alforrecas, as caravelas, as anémonas-do-mar, os corais-moles e as hidras de água doce.

Para mais informações acesse as videoaulas:


Petricor

Os primeiros pingos de chuva geralmente vêm acompanhados de um agradável aroma terroso que muitos chamam de “cheiro de chuva”. Um artigo publicado semana passada no periódico Nature Communications forneceu uma explicação científica convincente e de uma simplicidade elegante para o mecanismo: graças ao auxílio de câmeras de alta velocidade, os pesquisadores descobriram que as causas do misterioso cheiro não são muito diferentes daquelas que provocam o borbulhar em um copo de refrigerante ou em uma taça de champagne.

Biotecnologia de DNA Recombinante

DNA Recombinante é a denominação dada às moléculas de DNA que possuem parte de DNA derivados de duas ou mais fontes, normalmente essas fontes são espécies diferentes. A tecnologia do DNA recombinante é também conhecida como clonagem molecular ou mesmo clonagem gênica.

Biotecnologia Clonagem

Clonagem em biologia é o processo de produção das populações de indivíduos geneticamente idênticos, que ocorre na natureza quando organismos, tais como bactérias, insetos e plantas se reproduzem assexuadamente. Clonagem em biotecnologia refere-se aos processos usados para criar cópias de fragmentos de DNA (clonagem molecular), células (clonagem celular), ou organismos.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Vacinas contra COVID-19

As vacinas contra o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, foram desenvolvidas em tempo recorde.

Essa foi uma conquista maravilhosa da ciência, mas que tem pelo menos três limitações.

A primeira é que mutações que geram novas variantes do vírus podem diminuir a eficácia das vacinas ou até mesmo 'driblar' a resposta imune que elas produzem.

A segunda é que o SARS-CoV-2 é apenas um de pelo menos sete tipos de coronavírus conhecidos por afetar humanos.


Vasos condutores de seiva

Xilema e floema, são tecidos vasculares que realizam o transporte de seiva nos organismos vegetais (traqueófitas).

O transporte de seiva bruta, constituída por água e sais minerais, é realizado a partir da capacidade de absorção pelas raízes e distribuição para todo o restante da planta com destino essencial às folhas, através do xilema. Sua composição básica reúne elementos de vasos, elementos traqueais, traqueoides, fibras e células parenquimáticas.

No transporte de seiva elaborada, cujos componentes básicos são substâncias orgânicas sintetizadas na fotossíntese, partindo das folhas em direção aos demais órgãos, utilizam para o transporte o floema. Formado por elementos de tubos crivados, células companheiras, fibras esclereides e células parenquimáticas.

Carousel imageCarousel imageCarousel image

Canibalismo sexual

Canibalismo sexual é um caso especial de canibalismo no qual a fêmea mata e consome um macho da mesma espécie durante ou imediatamente após a cópula. Por vezes, o macho é devorado sem que haja ocorrido a cópula.

A prática corrente de canibalismo sexual está documentada em múltiplas espécies de aracnídeos, insectos, e anfípodes, existindo algumas evidências de que ocorre em algumas espécies de gastrópodes, copépodes e cefalópodes.

Os machos podem ser uma fonte alimentar importante para as fêmeas, traduzindo-se num aumento da fecundidade.