18 - Retículo Endoplasmático

18.1 - Retículo endoplasmático

O retículo endoplasmático (RE) é um sistema de sáculos (sacos achatados) e pequenos canais delimitados por membranas, que compreendem dois sistemas: o retículo endoplasmático granular (REG) e o retículo endoplasmático liso (REL), intimamente localizados próximo ao núcleo celular (Fig.1).

O REG apresenta sáculos cujas membranas são recobertas por ribossomos. O REL é um conjunto de canalículos ou túbulos anastomosados, caracterizados pela ausência de ribossomos (REL) (Fig.1).

18.2 - Funções dos Retículos

O retículo endoplasmático realiza as seguintes funções:

  • Transporte — O RE assegura o transporte de substâncias, realizando uma verdadeira circulação intracelular; através dele, também são feitas trocas entre a célula e o meio circundante.

  • Síntese — Provido de ribossomos, o REG atua na síntese proteica, que será enviada para vesículas celulares ou destinadas para fora da célula. Já o REL é responsável pela síntese de lipídios e de esteroides, hormônios derivados do colesterol. As membranas celulares, incluindo as membranas plasmáticas são produzidas pelos lipídios do REL e as proteínas do REG.

  • Armazenamento — O RE armazena e concentra substâncias provenientes do meio extracelular, através da pinocitose, bem como substâncias produzidas pela própria célula, como é o caso dos anticorpos que se acumulam no RE dos plasmócitos.

Figura 1 - Destaque do Retículo Endoplasmático, demonstrando o RER e o REL. Observe a localização RE intimamente ligada `a carioteca.

18.3 - Retículo endoplasmático e a tolerância ao álcool

O álcool, drogas e sedativos, quando consumidos em excesso ou com frequência, induzem à proliferação do retículo não-granuloso e de suas enzimas. Isto aumenta a tolerância do organismo à droga, ou seja, são necessárias doses cada vez mais altas para que esta possa fazer algum efeito. Esta tolerância a uma substância pode tornar o organismo tolerante a outras substâncias úteis ao mesmo, como remédios. Por essa razão, é importante que se entenda os problemas decorrentes da excessiva ingestão de bebidas alcoólicas, drogas e do uso de medicamentos sem prescrição e controle médico.

Referências:

  • JUNQUEIRA, Luis C. & CARNEIRO, J. "Biologia Celular e Molecular". Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1991. 5ª Edição. Cap. 1.

  • OLIVEIRA, Óscar; RIBEIRO, Elsa & SILVA, João Carlos "Desafios Biologia". Editora ASA, Porto, 2007. 2ª Edição. Cap.1.

  • AMABIS, JOSÉ MARIANO; MARTHO, GILBERTO RODRIGUES. Volume 1: Biologia das células – 3. Ed. – São Paulo: Moderna, 2010.

  • NELSON, D. L.; COX, M. M. Lehninger: Princípios de Bioquímica. 3ª ed., Sarvier, 2003

  • Krukemberghe Fonseca. «Retículo endoplasmático». R7. Brasil Escola. Consultado em 11 de agosto de 2013

Crédito das imagens:

Cabeçalho:<a href='https://www.freepik.com/vectors/animals'>Animals vector created by brgfx - www.freepik.com</a>